Publicado por: Mário Matos | 27/02/2009

Filhos e a arte de andar de bicicleta / Kids and the art of riding a bike

João

O João fez ontem quinze anos… Altura para umas reflexões.

«Tomar a decisão de ter um filho é algo de memorável. É decidir ter para sempre o coração a andar por aí, fora do nosso corpo.» (Making the decision to have a child is momentous.  It is to decide forever to have your heart go walking around outside your body.) ~Elizabeth Stone

É mesmo… Agora que os meus começam a crescer cada vez mais depressa, chega a altura de os ver abrir as asas. Vai doer. Mas é assim mesmo. E já agora, li algures outro pensamento interessante sobre isso:

Qualquer pai que ajude um filho a aprender a andar de bicicleta tem de simultaneamente apoiá-lo e deixá-lo ir. Não deve haver nenhum pai que não tenha subitamente parado, nesse momento, para pensar que ser pai é… isso mesmo. Para sempre.

Any father helping his child learning to ride a bike has to simultaneously support him and let him go. There must be no father who hasn’t suddenly realised, in that moment, that that is precisely what being a father is. Forever.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: